segunda-feira, 27 de julho de 2009

O Antiquário

Que meus pais tinham mudado de apartamento em BH, eu já sabia. Mudaram para o terceiro andar do mesmo prédio onde moravam. Também sabia que o "meu novo quarto" era utilizado como um escritório pela família que vivia ali antes. Mas não passou pela minha cabeça em nenhum momento que esse quarto era praticamente uma biblioteca, com armários para colocar livros e outras quinquilharias, e praticamente sem espaço para roupas e coisas comuns a quartos comuns. Eu, literalmente, estou dormindo dentro de um quarto-depósito. Chega a ser engraçado, porque durmo e acordo com uma parede de livros do meu lado (a maior parte deles, livros antigos). Isso sem falar das fotos antigas, dá época que eu morava em Jequitinhonha e tinha meus 4 anos de idade. Pra completar a cena, vários badulaques, agendas velhas (da época que as meninas passavam horas escrevendo, colorindo, colando coisinhas nas páginas) sapatos, ocupam os diversos espaços. Meus próprios móveis de quarto de verdade estão meio que entulhados no meio disso tudo.




Não é muito prático ter um quarto assim, mas como eu não moro aqui mesmo, estou achando o máximo dormir nesse quarto-biblioteca-antiquário! E o atual "dono" do quarto não se faz de rogado e sempre passa pra tomar um solzinho!


4 comentários:

Gislene disse... [Responder comentário]

Puxa, Ana!
Mas, mesmo assim , não há nada melhor do que estar pertinho da família, não é mesmo? Um abraço, Gislene.

Vini disse... [Responder comentário]

*-*
Narração ao vivo com E acentuado é só pra quem pode neh?! ^^

Gogo blog!


*steals Gatorrr*

Gislene disse... [Responder comentário]

ANA, TEM UM SELINHO PRA VOCÊ NO MEU BLOG! PASSA LÁ E PEGA TÁ! UM BEIJO, GISLENE.

Cristiane disse... [Responder comentário]

Ai, não ia gostar de dormir num lugar tão cheio de coisas. Fiquei sem ar...
=D
Mas é legal dormir com tanta 'gente' por perto, mesmo que seja gente que já se foi há tanto tempo.

Related Posts with Thumbnails