sábado, 27 de março de 2010

Overdose de literatura

 Giuseppe Maria Crespi - Estante com Livros

O problema de estar trabalhando "workaholicamente" sem ter tempo para descansar a cachola é que a gente tem poucas opções de lazer. Mesmo porque não se quer muito perder tempo com lazer quando, de noite, depois do dia de trabalho, o nossa única vontade é dormir...dormir...dormir. Mas eu tento fazer o que dá, nessas semanas insanas, para pelo menos tirar um pouco da cabeça os experimentos de laboratório. E o que está dando para fazer ultimamente é... ler... e... comprar livros!

É... eu sei... eu deveria estar lendo a pilha de livros que eu já tenho aqui... mas fazer o que? É mais forte do que eu! Não consigo ver uma promoção de livros interessantes que perco a noção de tudo! Eu já tenho aqui, para ler, Memórias de uma Gueixa (Arthur Golden), As Crônicas de Nárnia (C.S.Lewis) e Túneis (Roderick Gordon & Brian Williams). Já estou lendo A Menina que Roubava Livros (Markus Zusak) e Como Agua Para Chocolate (Laura Esquivel). E assim, do nada, comprei Crime e Castigo (Fiodor Dostoievski), The Complete Sherlock Holmes - vol 1 (Sir Arthur Conan Doyle), The Adventures of Huckleberry Finn (Mark Twain), Emma e Sense and Sensibility (ambos de Jane Austen).

Quando eu vejo essa lista enorme detalhada e exposta assim, me sinto até mal. Mas fazer o quê? Tento encarar como um prêmio pela minha atual dedicação à tese, pelas noites mal dormidas, pelo cérebro super utilizado e um tanto quanto pifado, pelo corpo moído de cansaço...pronto! Agora eu me convenci da necessidade que eu tinha de comprá-los e já não me sinto tão desprezível! Posso ir dormir sossegada!

1 comentários:

Sara disse... [Responder comentário]

Como eu te entendo... ;) Tenho o mesmo problema! E já uma lista de livros em espera para serem lidos... mas quem sabe, um dia tenho tempo para me dedicar ainda mais é leitura!!!

Related Posts with Thumbnails