sexta-feira, 16 de abril de 2010

Dona da minha cabeça

Eu admito, eu adoro um forró! Mas tem que ser forró dos antigos, dos tradicionais. Bom... na verdade eu até bem que gosto de coisas novas também, mas o estilo do forró tem que ser algo mais "Luiz Gonzaga", coisa de raiz mesmo. "Forroneirão" nem pensar. Além de deixar a pessoa meio louca de tanto barulho, passou a época que eu ainda suportava escutar isso. Quando morei no interior de Minas, passávamos parte do dia escutando bandas desse estilo, como "Aviões do Forró", "Quarto de Empregada" (que nome glamouroso!) e por aí vai. Não voluntariamente, claro, mas na rua passavam carros de som, de propaganda, de tudo, com esse barulho no talo! E o conteúdo das canções era algo assim... indescritível... imagine só alguém tentando montar uma aula de Bioquímica, uma prova, uma apresentação com tudo isso acontecendo. Tempos difíceis! 

Mas, voltando ao forró do início, eu realmente ADORO esse tipo de música. Gosto tanto que há muitos anos atrás cheguei a frequentar casas de forró todas as quintas-feiras e domingos... e isso por uns seis meses seguidos. E é com tristeza que eu percebi, hoje, que deve ter bem quase uns dois anos que nunca mais forrozei. Aqui em SP eu até marco de ir, mas nunca dá certo. 

Ontem cheguei em casa bem tarde do trabalho: quase 10 da noite. Sentei em frente ao notebook exausta, estressada, irritada, sem conseguir desligar dos afazeres do laboratório, e resolvi procurar uma música entre tantas que eu tenho aqui, para tentar relaxar. E não é que eu "tropecei" nessa musiquinha linda, que eu tanto gosto, mas que já não lembrava desde muito?!?!



Sim... eu AMO escutar Geraldo Azevedo. E depois desse vídeo fiquei com uma saudade de dançar!  Também com uma preguicinha e vontade de ficar só deitada e espreguiçando, que nem um gato! Êta canção desestressante... e que letra chameguenta! Acho que "Dona da Minha Cabeça" deveria deixar de ser música e virar oficialmente uma declaração de amor!

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails