quarta-feira, 12 de maio de 2010

Entropia

É uma luta perdida... a gente passa a vida inteira tentando manter tudo no seu lugar, tudo bonitinho, limpinho, organizado e cheiroso, mas é uma luta perdida. Quem já estudou um pouco de termodinâmica deve ter provavelmente decorado que uma tal de "entropia" é uma forma de se referir ao grau de "desorganização do sistema". Tentando falar de uma forma mais descomplicada, tudo na vida tende ao caos, à bagunça. A entropia é um jeito de se referir ao "tamanho" da bagunça que existe. Vamos para exemplos práticos. A gente tende ao fedor. Isso é fato. Todo mundo, só de viver, fede. E para aqueles que estejam balançando a cabeça em negação, eu desafio a ficar uma semana sem banho... e aí conversamos. Ou então dê uma boa fungada no ar de um vagão lotado do metrô, ou ônibus, às 6 da tarde. A  maioria das pessoas está "vencida". E eu bem acho que o ser humano se acostuma com o cheirinho de macaco, se não lutar contra ele. Se não tiver uma limpeza constante, já era! A gente sua, produz gases duvidosos, empurra o bolo alimentar entranhas abaixo, cria bactérias em tudo quanto é canto... mas a luta continua.. feder JAMAIS! E é por isso que é um tal de escovar dentes trocentas vezes por dia, tomar banho, lavar roupa, usar desodorante e perfume.. é a gente lutando contra a natureza fétida do ser humano. E não me venham com papos do tipo "o ser humano é perfeito e lindo"... pefeito nada... se fosse tão perfeito a gente não tava ajeitando tanto! É triste, mas é a realidade. 
A casa da gente tende à poeira, à desorganização.... e haja vassoura e pano de chão e Veja Multiuso e Pato Purific e paciência de Jó para esfregar cada cantinho, varrer e varrer e lavar e fazer isso de novo e mais uma vez... e por aí vai.  Quando eu era pequena, achava que a organização era uma coisa mágica. Eu pegava meus brinquedos, espalhava pela sala, jogava a roupa no chão, a meia suja no banheiro, deixava prato e copo usado na pia e, milagrosamente, depois de um tempo estava tudo organizado e limpo. Até que eu percebi que existe uma força-tarefa nesse mundo, composta principalmente pelas mães e empregadas, que luta contra a desorganização, sujeira, doença e coisas fedidas. Mas um dia eu fui morar longe da "força-tarefa", e aí, meus amigos, a entropia caiu matando. Feder eu não fedia... continuo com meu cheirinho bom... pelo menos isso... mas descobri o quanto a luta é injusta, apesar de necessária. Entendi que "rapadura é doce mas num é mole não" e que "a vida é dura pra quem é mole", que bom mesmo era a casa mágica da mãe da gente, e que não há reza brava nem promessa que deixa a coisa mais bonita. Nos momentos de revolta a gente limpa, esfrega, lava a casa... mas aí vem os momentos de desânimo, quando dá vontade de levantar uma bandeira branca, pedir "altas", se entregar ao limbo, ao caos, ao beleléu, esquecer do esforço de manter tudo organizado e funcionando, dar uma "banana" pro rodo e pra vassoura... e pro cabelo no ralo, que até hoje eu continuo achando uma coisa tóxica e pestilenta.... mas feder... JAMAIS!

4 comentários:

Sarah Nosek disse... [Responder comentário]

Amen, Ana Lucia...I've lost the battle today. You should see my house! :)
Sarah

Karen disse... [Responder comentário]

ahahahah, isso tem a ver c a invasão de poeira e afins no nosso apê, 3 1/2 dias apos a ultima faxina???? ninguem merece!

Ana Lucia disse... [Responder comentário]

Sarah, Today I decided to translate my own writings with google. I laughed a lot with its horrible translation! So I hope you understand most of it! And yes, I imagine it's not so easy to get grip of things having four kids! You all look so cute and organized in your blog pictures! :)
Hope to have you here more often!

E Karen, sem comentários para esse apê com sujeira teleguiada! E olha que na última faxina vc fez todo o trabalho! rsrs

Cristiane disse... [Responder comentário]

Tem um bagunceiro de plantão lá em casa que vai adorar este texto. Ele vai dizer: tá vendo, eu não disse? Pra que arrumar? ai, ai, ai...

Related Posts with Thumbnails