quinta-feira, 26 de agosto de 2010

De gut-gut

Frequentemente acontece de eu falar algo, no meio de uma história, e o pessoal do laboratório me olhar assim... como eu diria... como se eu fosse algo "raro". Ao longo dos anos eu vou descobrindo as diferenças nas falas, mas não estou falando nos óbvios regionalismos como UAI, TREM e SÔ. Falo de expressões e modos de se usar certas palavras que provavelmente nem devem ser assim "típicas de mineiros", mas sim que foram moda em BH por um período, talvez gírias do pessoal de colégio e que ficaram na minha cabeça. Hoje mesmo, estava um grupinho tomando café da tarde quando eu soltei uma frase do tipo: "toma o seu café de gut-gut e vamos logo embora!"... silêncio... longo... até que alguém se atreveu... "GUT-GUT????". E eu: "Uai.. vocês sabem, quando é para virar logo a bebida e acabar com ela.. é tomar de gut-gut,..quando vc toma a bebida rápido e da pra ouvir ela descendo no gogó assim: gut gut gut". Risos. Zoações da minha cara. Tudo bem. Eu tô acostumada a ser minoria. Mas gente, fala sério.. esse povo num teve infância não?? Tomar o leite de gut-gut para ir brincar logo era tão mais legal!! :)
Outro dia eu estava querendo ir para casa e meu amigo, que ia me dar carona, só me enrolando. Ele dizia: "só mais 5 minutos". Passavam-se 10. Ele vinha: "só mais 5 minutinhos". E mais tempo passava. Na terceira vez que ele veio com a mesma desculpa eu soltei: "Ahhhh criatura, eu quero ir para casa, tira o pé da minha janta e vamos logo!"... Silêncio...longo... Pergunta: "Tira o que?". Gente.. comassim? Tirar o pé da janta é o mesmo que parar de atrapalhar os esquemas, deixar de ser um "empata-foda", desenrolar!
E por fim, a vez que mais gente me olhou, parou e fez silêncio, por algo que eu falei. Estávamos nós, bando de pós-graduandos numa festinha de laboratório, cantávamos alegremente a musiquinha dos Escravos de Jó, depois de tomarmos muita cerveja, eu cantando como se estivesse no programa Ídolos, todo mundo afinadinho: "OS ESCRAVOS DE JÓÓÓÓ... JOGAVAM CAXANGÁÁÁÁÁÁ.. TIRAAAAA PÕEEEEE.." aí chegamos nessa parte... enquanto TODAS AS PESSOAS EM UNÍSSONO cantaram "DEIXA FICAAAAAAR".. eu... sozinha... cantei a plenos pulmões: "DEIXA O ZÉ PEREEEEEEEIRA FICARRRRR"... Silêncio... curto... risadas da minha cara... passei a semana escutando quem era o tal do Zé Pereira que eu deixava ficar... povo mais sem graça sô...

PS: Lembrei de mais uma coisa que falava constantemente em Minas, mas aqui o povo acha engraçadíssimo: Estar com preguiça de alguém. Isso mesmo.. a pessoa é chata.. te cansa.. aí você fala: "Nossa, que preguiça de fulano". Nem preciso dizer que isso já gerou muitos "silêncios... longos".

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails