quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Sequidão, poeira, Justin Bieber e baratas...

É isso mesmo, estou secando nesse tempo de SP. A umidade do ar foi pro beleléu e quem sofre é gente pobre que nem eu, que não tem nem umidificador de ar nem carro para chegar chique e inteira ao trabalho. Eu vou a pé.. todo santo dia.. enfrento a poeira da USP que, vamos combinar, me deixa igual a um bife empanado. Ninguém pode ser linda e cheirosa com esse tempo, com suor pingando, com bigodinho de poeira no calor, com a pele rachando por causa da secura do dia... E por falar em pele rachando, as minhas pernas estão completamente descascadas. Acho que estou virando uma barata aos pouquinhos. Ou um réptil, com um couro de primeira! Eu ando tão "mais pra lá que pra cá" que uns dias atrás penteei o cabelo e todo mundo no trabalho comentou como eu estava bonita e elegante, e se eu tinha me arrumado tanto para algo especial. Vantagens de se andar sempre fuleirinha. Mas se bem que não dá pra por um salto alto e sair andando, debaixo de um sol que deixa negão até um albino, que faz suar até pepino, que desembeleza qualquer uma. Isso sem falar nas bolhas no pé e na minha inabilidade total e completa de me equilibrar lá nas alturas. O meu glamour já se foi faz tempo. A verdade é que pra ser sempre fresquinha e elegante é preciso dinheiro MESMO. Ando tão desligada de aparência que hoje me disseram que eu estava a cara de umas crianças de um colégio que veio visitar o laboratório. O triste é que me compararam com os meninos. Outra disse que, olhando para a minha franja, eu pareço o Justin Bieber.. não sei qual foi o pior. E para piorar a situação, até os meus medos eu tenho colocado na categoria de "frescuras". No fim de semana estava voltando para casa de ônibus quando percebi que embaixo das cadeiras e por toda a parede passavam pequenas baratas. E médias também. Primeiro senti nojo. Depois mais nojo. Depois raiva. Baratas malditas não podiam ir encher o saco de outra pessoa? Logo o meu, que estava absurdamente cansada e tinha ainda mais de uma hora de viagem?? E se uma entrasse no meu sapato??? Reparem que não me deu medo ou vontade de levantar da cadeira. Eu estava exausta demais pra isso. Aí me deu um desejo assassino de matar todas elas. E foi o que eu tentei fazer. Metade da viagem eu passei sapateando em cima delas. NOJENTO. Mas pelo menos descontei as minhas frustrações! Muahahahaha (risada maléfica)!

---------------------------------------------------------------------------------
"Over the rainbow" para acalmar... porque tá triste a coisa! kkkkk

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails