sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Certezas

Dizem que sobre essa vida só existem duas certezas: a morte e o especial de fim de ano do Roberto Carlos. Pois eu não concordo. Tem tanta coisa que sempre foi uma certeza, que mal dá pra lembrar do principal. É certo, por exemplo, que eu engordo de tanto comer, nas festas de Natal. É a "Ogra Natalina" que reaparece em dezembro. Também não existe dúvida nenhuma de que o Natal sempre será comemorado na casa da minha tia, com quem puder e vier, e que o Ano Novo continuará sendo uma incógnita até o último instante, quando finalmente eu decido o meu destino na virada. Certeza que a minha dermatologista não aguenta mais me ouvir falando da nova ruga que apareceu no cantinho do meu olho, assim como eu não aguento mais ela dizendo que eu sou exagerada. A lista de certezas "absolutas" segue grande: que eu vou me matar de trabalhar no próximo ano, esse que será o último do meu doutorado; que o cansaço e estresse entre terminar a pós-graduação, escrever a tese e tentar fazer uma parte dos meus experimentos no exterior serão medonhos, mas já previamente aguardados e conhecidos; que comida de lugar algum se compara ao feijão tropeiro e a costelinha que só a minha mãe sabe fazer; que alguns amigos da época de colégio e faculdade continuarão sendo "amigos do peito", mesmo com a distância e o longo tempo sem reencontrá-los; que a memória dos meus avós e do exemplo que eles sempre passaram continuarão vivos, até o fim; que tentar, errar, tentar de novo e acertar faz parte das coisas que nos fazem crescer nessa vida, do mesmo modo que nada tira o gosto de atingir um objetivo que há tanto tempo desejávamos.

O ano novo vem com um efeito placebo maravilhoso. Apesar de nada tecnicamente mudar, existe aquela sensaçãozinha de coisa nova, de oportunidades renovadas, de recomeço. E a cada dia 31 de dezembro eu repenso minhas "certezas" e revejo as prioridades.

E só porque deu saudade dos amigos antigos, segue uma música que a gente ouvia e tocava e cantava até cansar, na época da UFMG.


Feliz Ano Novo!!!

2 comentários:

Mikashi disse... [Responder comentário]

Comecei há pouco tempo a ler o teu blog...sou prima da Sara de Munique ;) e gosto mto de te ler!!!
Identifico-me mto com o q escreves, mais q não seja porque sou também bióloga e ja fiz o meu doutoramento! Força para este último ano! é cansativo mas recompensador!!! :)

Ana Campanha disse... [Responder comentário]

Mikashi, que prazer ter você por aqui! E melhor ainda sabendo que, além de ser parente da Sara (uma moça que escreve muito bem em seus blogs) também é colega de profissão e já passou pelos anos do sofrido doutorado! Obrigada pela força! Fique à vontade e volte sempre!
Um abraço

Related Posts with Thumbnails