quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Mini-eletrocutada

A minha vida aqui em Boston tem sido chocante! E digo no sentido literal, não uma expressão dos anos 80 que já está ultrapassada. Eu levo choque o tempo todo. O TEMPO TODO! Não sei porque isso acontece comigo e com mais ninguém lá do laboratório. Eu devo ser muito elétrica! Tá.. eu sei que a piadinha foi horrorosa, mas já estou com uma certa raiva do mundo de tanto ser mini-eletrocutada no meu dia a dia.
Tudo começa quando eu saio de casa. Vou abrir a porta do carro: CHOQUE! Detalhe, eu uso luvas, por causa do frio, e ainda assim sinto a mini descarga elétrica passando por mim. Vou abrir a porta do escritório: PAM! Chocão nos dedos que é pra ficar esperta... Vou abrir a geladeira: PÁ! Choquinho debaixo da unha pra alegrar meu dia. Vou mexer no microscópio: BUM! Choque através da luva de látex! Vou ao banheiro, apertadíssima, na hora de dar a descarga vem aquele choque amigo, pra me lembrar que eu não sou bem vinda no hemisfério norte.. só pode...
Eu adquiri um medo de levar choque. Agora eu testo as coisas com partes do corpo onde o choque não vai doer tanto. Normalmente eu uso as "costas da mão", já que ali não é tão ruim quanto na ponta dos dedinhos. Às vezes eu uso a perna pra testar se as coisas estão "carregadas". Às vezes, quando estou carregando muitas coisas, eu uso o quadril......   .... .... ... alguém aí já levou choque na bunda??? Pois é.. eu já.. ninguém merece.
Obviamente deve ser algo que eu uso. Talvez a roupa de lã, talvez o sapato, queria lembrar mais das aulas de física para saber o que eu preciso carregar comigo para ficar "descarregada". Me mandaram pisar descalça na grama ou na terra. Gente do céu.. aqui está fazendo graus negativos!!! Teve um dia que fez -20 graus! Só se for pra perder o pé... antes levar o choque!
Bom, na verdade tem um cara que também leva choque. Ele me diz que direto é "mini eletrocutado" quando vai colocar o fone de ouvido... coitado... já imaginou choque dentro da orelha? Credo!!!

Leia Mais…

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Natal, Ano Novo e muita festa!

O Natal foi ótimo! O bom de estar numa casa de latinos é que eu convivo com o mesmo tipo de calor humano que a gente encontra no Brasil. Tanto no Natal, como no ano novo, a casa ficou LOTADA de amigos e parentes. As festas aqui duram muito. Não consegui chegar ao fim de nenhuma. Sempre começa com comida.. muita comida.. comida saindo pelo ladrão! Depois aparecem os violões e as pessoas cantam e tocam por horas. Ahh é.. e elas dançam. E elas se lembram que eu sou brasileira. E elas insistem pra eu sambar. Eu sempre consigo sair de fininho, mas no Ano Novo... rolou uns passinhos, logo apelidados de "Pasito brasileño". kkkkk O que muito vinho não faz com uma pessoa!

Eu e meus queridos amigos, antes de começar a festa!

E a música mais ouvida da face da Terra: Feliz Navidad, de Jose Feliciano. Nunca tinha ouvido antes, mas aqui toca em tudo quanto é canto!

Leia Mais…
Related Posts with Thumbnails