quinta-feira, 28 de junho de 2012

Citações da tese

Não cheguei a colocar, por aqui, quais as citações escolhi para a minha tese de doutorado. Sim, eu escolhi 3 citações e não 1 só, como a maioria das pessoas faz. É porque as 3 eram igualmente importantes, pois refletiam o meu momento ou idéias em que eu acredito muito. Por isso, desencanei, e coloquei todas.

A primeira é do Prof. Fernando Teixeira de Andrade. Essa parte de um poema é linda e já foi postada aqui. Na época, eu achava que era de Fernando Pessoa, como a grande maioria acha. Mas não é!

"Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos."
Os dois outros foram do Carl Sagan, um exemplo admirável de cientista e educador:

"In Science it often happens that scientists say, "You know that's a really good argument; my position is mistaken" and then they would actually change their minds and you never hear that old view from them again. They really do it. It doesn't happen as often as it should, because scientists are human and change is sometimes painful. But it happens every day. I cannot recall the last time something like that happened in politics or religion"

 "We are, each of us, a multitude. Within us is a little universe"

Leia Mais…

sábado, 23 de junho de 2012

Photoshop do dia a dia

 Imagem: http://www.wired.com/wiredscience/2011/04/peacock-mating-feathers/

Eu tenho um ódio secreto das pessoas de pele de pêssego, com unhas lindas, longas e bem pintadas, com cílios naturalmente curvados, sobrancelhas arqueadas, pele coradinha e covinhas... nas duas bochechas!!! A minha pele sempre foi oleosa, com poros do tamanho de uma cratera de vulcão, com cravos malditos que insistiam em fazer deles a sua casa, com espinhas SEM NOÇÃO e mais doloridas que injeção de bezetacil, com uma cor de leite azedo desesperadora... As unhas sempre quebradiças e curtas demais, os cílios e sobrancelhas falhados e sem formato aceitável, o cabelo com vida própria, que insiste em ficar do jeito que der na telha... Sim, eu sofri quando percebi que não tinha a beleza necessária pra ser Paquita ou garota da capa da revista Capricho.

Até que eu descobri que É TUDO MENTIRA!! Genteeeeee, é tudo ilusão. Claro que tem aquelas pessoas abençoadas por Deus e bonitas por natureza, que já nascem com tudo perfeito, mas, no geral, é tudo maquiageeeemmmm!! Tem gente bem cuidada e mal cuidada. Ponto. Eu não tenho dinheiro pra me cuidar do jeito que precisaria, mas o maravilhoso mundo das bases, pós compactos, sombras, blushes, primers delineadores, corretivos e batons é a salvação!!! 

Bom, baseada nesta conclusão e firme e forte no intuito de parecer mais uma pessoa que é Doutora, e não estudante de cursinho pré-vestibular, resolvi investir um pouco mais nos cuidados. Já faz alguns anos que tenho usado creme pra tudo: ácido glicólico pro rosto, minimizador de "imperfeições", sabonetes contra a oleosidade, vitamina C pra região dos olhos, fluido labial, creme pras mãos, pro corpo e pros pés.. acho que 1/3 do meu peso é creme (quem me dera!). Agora resolvi que ser um pouco mais perua é a resolução do momento (afinal toda "tia" depois dos 30 fica um pouco peruete, não é mesmo?). Investi além da maquiagem básica. Estou comprando um montão de sombras, batons, gloss, primers de olho, pincéis pra maquiagem, lápis de preenchimento da linha dágua (nem sabia o que era isso até semana passada =S) e por aí vai. Porque, como disse minha amiga: Chega dessa cara de todo dia, agora você tem que agir como uma pós-doutora. E por falar nisso, o pós-doutorado deve ser mesmo a minha próxima opção de emprego.

Bom, isso tudo foi pra mostrar sites que são a maior maravilha em termos de cuidados e maquiagem. Porque hoje, pela internet, é possível encontrar de tudo!!

Falando dos sites, tem 1 que eu gostei bastante, por indicação de uma amiga, e acabei fazendo uma compra por lá. O nome é SweetCare e é de Portugal, mas envia os produtos pro Brasil. Demora um pouco pra chegar (uns 15 dias ou mais) e o frete é meio salgado, mas a coisa boa é que sai bem mais em conta, caso você use certos produtos que aqui saem um pouco caro. Eu, por exemplo, uso algumas coisinhas da La Roche Posay, inclusive protetor solar, vitamina C pros olhos e Effaclar Duo, todos recomendadíssimos pela minha dermatologista.

Outro site que eu usei bastante enquanto estava nos Estados Unidos, inclusive pra comprar coisas nada a ver com cuidados pessoais (como café em sachê, perfumes, relógios e o meu kindle) é o famoso Amazon.
O que eu mais gosto deles é que dá pra pesquisar uma infinidade de produtos e ler as opiniões de clientes. Mesmo quando não compro algo por lá, gosto de fazer uma pesquisa basiquinha. Minhas últimas pesquisas foram sobre palettes de sombra da Coastal Scent, e acho que logo logo vou encomendar uma pra mim.

Um blog que adorei foi esse chamado E Ai Beleza, completíssimo e com várias avaliações de produtos de todo tipo. Até tutoriais de maquiagens diversas ele tem!
E, por fim, o blog de uma moça, sobre cuidados e moda, chamado Beauty Everywhere. A dona do blog também escreve o Dri Everywhere, sobre viagens e diferentes locais do mundo, que é imperdível. Nunca vi uma pessoa viajar tanto como ela! Impressionante!

Bom, no momento minhas coisas contêm pouco MAC e muito Contém 1 Grama e Natura/Avon... mas com o tempo, quem sabe!  =)



Leia Mais…

quinta-feira, 7 de junho de 2012

The Realm of the Mad God


Nesse período de fim de tese e estudo pra concursos eu achei (tenho achado) muitos joguinhos rápidos, pra desestressar a cabeça. O joguinho no qual ando gastando um tempinho razoável, nas duas últimas semanas, é esse daqui:


É muito divertido! A tradução do título seria "O Reino do Deus Louco". Com um gráfico estilo "atari moderno" (kkkk) esse é um jogo que mistura mmorpg + tiro. Cansou de jogar? Só sair da página, quando você voltar, estará tudo prontinho para continuar! Todo mundo começa com um mago, mas dá pra ir ganhando novas classes e tem umas instances legais! O vídeo abaixo mostra mais:

Leia Mais…

terça-feira, 5 de junho de 2012

A arte de procrastinar


Muitas vezes parei pra pensar se eu tenho alguma doença séria.. dessas que só acontece 1 vez em 1 bilhão de pessoas. Dessas enfermidades raríssimas e, se bobear, ainda desconhecida. Às vezes eu realmente acho que eu tenho alguma síndrome com um nome estrangeiro chique, aquele tipo de coisa que não há o que fazer, a não ser aceitar a sua condição. Mas no dia-a-dia eu sei perfeitamente bem qual é o meu problema: Procrastinação.

Gente, eu tento... todo dia eu falo: "Amanhã vou acordar cedinho e fazer tudo sem ficar enrolando, sem preguiça, super disposta e meu trabalho vai render! Às 4 da tarde já terei terminado tudinho e vou pro meu descanso e lazer merecidos!". Vã ilusão... Claro que, quando necessário, eu acordo cedo sim. Mas, caso eu não tenha nada marcado pras primeiras horas do dia, eu acordo depois das 10. Se me deixarem e a vergonha não me matar, eu acabo acordando bem depois do meio dia! Eu tenho essa tendência à preguiça que é algo horroroso.
Não me entenda mal, se eu preciso trabalhar, eu trabalho e sai tudo muito bom. Mas se eu preciso estudar pra uma prova, eu deixo pro último minuto e faço tudo com o tempo corrido. Eu vou bem, mas me dá uma raiva eu ter me deixado nessa situação, com o coração na boca.


E eu procrastino loucamente. Essa palavra grande, difícil e chique faz parte do meu dia a dia. Basicamente ela quer dizer: "Pra que fazer hoje o que você pode deixar pra amanhã?". E, pior, ultimamente eu cheguei a aceitar esse meu lado. Porque antes eu sofria por ficar procrastinando o dia todo ao invés de estudar. Eu via tv, ia pra internet, lia um capítulo de um livro, via um episódio de um seriado, deitava e ficava olhando o teto, reorganizava minha gaveta 80 vezes, etc, etc, etc... Mas eu me sentia extremamente culpada por isso. Hoje eu me sinto "culpadinha" somente.. Eu sei que quando for preciso eu vou lá e faço. Mas não sou uma pessoa extremamente produtiva. Uma vez fui a uma palestra de um dos meus professores lá da USP e o cara falou assim: "Sejam produtivos! Isso fará toda a diferença na sua vida científica, pra sua carreira, pro seu senso tarefas cumpridas. Durante o horário de trabalho - das 8 da manhã até as 5 da tarde - não abram facebook, twitter ou qualquer site que possa te distrair. Só abram emails e só respondam os que forem sobre trabalho..."
Eu juro, PELOS PODERES DE GREYSKULL, que eu queria afirmar que cumpro isso à risca. Mas não cumpro. Por isso às vezes me pego pensando se eu não tenho a Doença do Sono ou uma enfermidade que afeta a minha produtividade e estimula a procrastinação...

O que eu tenho feito, sempre que preciso terminar algo de uma vez, é trabalhar na base da recompensa. Dizem que o castigo que é aplicado à minha sobrinha, quando ela não se comporta, é segurá-la sentada no sofá por alguns minutos, sem deixá-la descer e brincar, pra ele "entender" que não deve fazer certas estripulias. O que eu faço comigo própria é quase isso. Eu trabalho na base da recompensa. Penso: "se eu escrever esse capítulo eu posso jogar no computador por meia hora". Ou então: "Se eu terminar de estudar e resolver os exercícios eu posso comer chocolate". E assim vou levando tudo, presa no meu sofá imaginário. As coisas ficam prontas.. mas com tanta enrolação, eu gasto 3 vezes mais quando eu poderia já estar qualquer outra coisa sem peso na consciência.


Leia Mais…

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Console to Closet

Na internet tem de tudo. Realmente. Eu acho que poderia passar quase período integral por aqui e sempre achar coisas pra fazer. Criativas, divertidas, bobas, interessantes, desestressantes, enjoadas.. tem pra todo gosto e humor. Achei interessante um blog chamado "Console to Closet" (a tradução seria algo como "Do Videogame para o Armário") no qual são sugeridas certas produções de roupas "utilizáveis" na vida real baseadas em personagens de jogos. O blog é de uma moça que adora tanto jogar quanto fazer moda. A "brincadeira" é assim: alguém sugere um personagem de videogame, ela pega uma imagem representativa e tenta montar algo similar com peças de roupas reais. Claro que fica um pouco (ou muito) diferente, mas a idéia é muito legal! Detalhe, todas as roupas já aparecem com o seu valor real, das lojas onde são vendidas!

Devo mencionar que eu nunca ouvi falar da maioria dos personagens.. Também, apesar de gostar de jogos, eu só conheço pouquíssimos. Nunca tive nada além de um ATARI, quando era bem pequena (e nem era realmente meu, mas dos meus irmãos). Mas acho um barato a "viagem" de algumas produções fashion que ela faz. E algumas ficam fofas!! Em especial  adorei esta produção AQUI, baseada na personagem RIKKU, de Final Fantasy (reproduzida abaixo). *-* Eu usaria COM CERTEZA!


Leia Mais…
Related Posts with Thumbnails