sexta-feira, 23 de agosto de 2013

SPAM SPAM SPAM!!!

Foto: NET

É incrível a quantidade de vezes que eu já fui parar no SPAM do email das pessoas. Chega até a ser um pouco humilhante. De alguma maneira, o processo responsável por permitir a entrada de mensagens olha para as minhas e pensa: FRAUDE! e me classifica junto com os outros emails de promoções, de aumento duvidoso de partes do corpo, de possíveis fotos de traição do marido, de "encontre o seu amor hoje mesmo". O que eu fiz para merecer isso? Eu nunca repasso correntes, não mando mensagens em power point, não escrevo emails gigantescos nem nada parecido. Mas de alguma forma, o meu gmail não parece ter muita credibilidade, tal qual uma nota de 3 Reais.

O mais irritante é quando isso acontece num ambiente de trabalho. Mando um email para aquele incrível pesquisador gringo e nunca recebo uma resposta. Nem sempre dá pra saber se fui simplesmente ignorada ou SPAMeada. Em duas ocasiões, recebi mensagens desses pesquisadores tempos depois, pedindo desculpas e dizendo que meu email foi parar na pasta SPAM. Mas, com certeza, devem existir casos onde a pessoa simplesmente não responde porque não tem vontade. Egos inflados é o que mais se encontra no meio científico.

Apesar da minha bronca, o nosso cérebro é especialista em filtrar SPAM. Ainda bem! Se assim não fosse, estaríamos processando informações inúteis e repetitivas todo o tempo. Da primeira vez que passamos por uma região nova, observamos tudo em maior detalhe. Com o tempo, mal olhamos para os lados. Saber dar atenção ao que é importante é necessário.

Mas e o medo de ir parar na pasta de SPAM da vida?! Sabe aquela pessoa que é ou muito chata, ou muito cansativa, ou muito bitolada e que você acaba ignorando, não levando em conta sua opinião ou simplesmente a coloca no seu grupo de "conhecidos distantes". Pois é, o problema é se acostumar a ser sempre o certo, o exageradamente metódico, o dono da verdade, o chatonildo e acabar sendo "esquecido" por antigos amigos. Porque isso acontece. Não precisa necessariamente ser chato para cair no SPAM dos outros, todos nós fizemos isso com alguém, é só dar uma vasculhada na memória que é fácil encontrar várias pessoas a quem resolvemos "deixar um pouquinho de lado". Às vezes porque simplesmente não vale a pena ter as mesmas discussões infindáveis, às vezes porque cansa receber sempre um olhar de reprovação ou superioridade, às vezes porque essa pessoa já há tempos não nos traz nada de bom. Fazer o que?

Bom, da minha parte eu estou procurando, a passos lentos, me readaptar à minha nova realidade. Ser mais participativa na vida dos bons amigos, falar pra outros antigos colegas que lembrei deles pelo motivo tal, conhecer gente nova e interessante, e por aí vai. E, principalmente, entender que essa capacidade de mudança vem de mim e só eu posso acessá-la! E viver mais e melhor! Porque o pior de todos os sentimentos deve ser o de que grande parte da vida foi passada como um mero observador, de dentro da caixa de SPAM alheia.

---------------------------------------------------------------------------

PS: O uso da palavra SPAM como significado de coisa repetitiva e amiúde, também aplicada à publicidade em massa, surgiu depois de uma propaganda de carne enlatada (chamada SPAM, mostrada na foto), onde a marca era cansativamente repetida.

2 comentários:

Guilherme Pereira disse... [Responder comentário]

Ana! Muito bom este texto, legal que o título parece algo meio sensacionalista o que atrai a leitura, ao mesmo tempo em que trata de assunto puramente real e atual, quando eu lia lembrei-me desta apresentação http://vimeo.com/63437853 Que fala dos ruídos na internet, mas que também podem ser aproveitado na nossa vida, e agora faço uma analogia com o que você escreveu: o filtro de o que é ruído o que é sinal útil é o que faz as pessoas serem menos ou mais afastadas dos grupos.. e a arte da convivência e algo como Análise dos Stakeholders (conjunto dos interessados), algo que usa-se em projetos e o mais legal é ver que podemos fazer uma análise prática com está técnica http://www.gestaodeprojeto.info/analise-dos-stakeholders . As interações humanas ou nascemos com ou podemos trabalhar.. né? Fiz-me entendível?

Por fim, curto sempre o que você escreve, vc tem profundidade e leveza..obrigado..

Bjs

Ana Campanha disse... [Responder comentário]

Gui, fico muito feliz que você goste dos textos. Eu sempre começo tentando escrever algo e acaba saindo uma coisa bem diferente. Esse texto, por exemplo, era pra ser engraçado e cheio de piadas sobre "ser o spam da vida dos outros". Mas as idéias vão vindo meio que numa corrente constante e acabou se tornando isso aí! Estou vendo o vídeo que você sugeriu, até parei pra ir fazer um chazinho pois o estou achando MUITO interessante e informativo! E claro que você se fez entender, sim!

E obrigada pelo elogio!

Related Posts with Thumbnails