quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Trilogia Jogos Vorazes (The Hunger Games)


Porque eu acho que Jogos Vorazes merece uma postagem exclusiva? Por inúmeros motivos. Primeiro: tenha em mente que essa é uma obra YA ("young adults" em inglês, o que seriam os "jovens adultos" numa faixa etária dos 15-19 anos, eu imagino). Portanto, como eu já falei num post mais abaixo, nada de comparar esse tipo de livro com outros de categorias diversas. Praticamente todo YA é um livro mais fácil de ler, com uma escrita mais fluida, focado em um grupo de pessoas jovens e, quase sempre, tem um romancezinho mais ingênuo e adolescente no meio. Bom, partindo dessas suposições, vamos falar de Jogos Vorazes.

Apesar de ter lido em muitos blogs e assistido vlogs meio que desmerecendo essa trilogia, eu posso afirmar que fiquei extremamente tocada pelo tamanho da obra. Sim, é uma obra incrível, que acredito mexer com as pessoas por vários motivos. Especificamente para mim, eu fiquei extremamente chocada com o livro. Essa foi a minha impressão inicial: choque. Choque por entender o pano de fundo da história: uma distopia em que o governo, para mostrar o seu controle supremo sobre os distritos que formam o "país", celebra anualmente jogos estilo "Big Brother", no qual 24 adolescentes entre 12-18 anos são escolhidos para que lutem até a morte, só restando um vencedor. E é óbvio que essa premissa poderia ser contada de diferentes maneiras. Mas Jogos Vorazes acerta na medida. A "narração" é direta, os fatos são entregues de maneira crua e sem grandes emoções (a princípio).. é simplesmente como "as coisas são"... Em poucas páginas o leitor começa a perceber o tamanho do problema, os meandros políticos por trás do que está sendo contado. A personagem principal (narradora) nos dá uma impressão vívida do que é viver no distrito mais pobre deste país opressor. E é extremamente interessante. O livro me envolveu de uma maneira que eu não conseguia parar de ler.

Daí você se pergunta: mas não é todo mundo que morre de amores por livros tristes sobre distopias selvagens, é? Não.. realmente conheço várias pessoas que preferem algo mais light ou mais realista. Mas como toda grande obra, é possível olhar para a história por vários prismas. Lembrando que é um livro YA, portanto, tem também um leve romance adolescente, tem aventura aos montes, tem cenas que nos fazem debulhar em lágrimas e outras de profundo desespero. A minha visão focou o frágil sistema de controle governamental, que, eventualmente acabaria entrando em colapso.

Ok, ok.. eu também não sou gente grande o suficiente pra só gostar das partes sérias.. eu também gostei bastante da maior parte das coisas. Acho que, ao longo dos 3 livros, muitos momentos foram lindamente retratados: amizades, amores que nasceram, esperança, etc.... e também consigo pensar em muitos pontos em que simplesmente tive vontade de jogar o livro no lixo: excesso de mimimi romântico, exagero de crises aborrecentes, confusões por nada, etc. Mas quando eu penso em tudo que li, percebo que as partes boas e impactantes foram realmente memoráveis!

E o mais incrível? Gente, estamos falando de um livro bestseller que conta a história sanguinária de um governo totalitário e impiedoso.. história essa escrita para o público "adolescente"!!! Sim, isso é incrível! Esse mundo de gente que acaba por esgotar os livros nas livrarias, que lota os cinemas para ver as adaptações, todas essas pessoas se comovem com uma história pra lá de séria. Pode até ser YA, mas a mensagem está lá!

E, claro, nem todos optam por se interessar pelas partes inquietantes... está cheio de gente dizendo que adoraria fazer parte dos jogos, que queria "viver" em Panem (esse país do livro, cheio de dor, angústia e morte), que o livro/filme não teve tantas cenas fofas de namoricos e beijinhos, que não mostrou o suficiente de ação eletrizante... sempre tem quem prefira só ver o superficial. Mas isso em nada tirou o brilho da trilogia Jogos Vorazes, na minha opinião. Muito recomendada!


PS: Tentei não falar praticamente nada da história. Se você já viu os filmes, sabe exatamente o que acontece. Se não viu ou leu nada, ainda, vai ter uma agradável surpresa!
PS2: Vi o primeiro filme antes de ler o livro e achei legalzinho, mas um tanto quanto cheio de personagens com os quais "eu não me importava". Depois de ler o livro 1, revi o filme. Daí tudo fez muito mais sentido!
PS3: O filme 2 é incrível e extremamente bem adaptado.

PS4: Esperei mais de 1 semana para escrever esse post. O terceiro livro (o mais estranho e "pior", na minha opinião), me deixou extremamente confusa. Apesar de não ser meu favorito e ter partes em que eu cheguei a pensar se a autora não escreveu aquilo enquanto estava delirando, tem momentos absurdos e que me fizeram pensar, me deixaram super confusa e pronta para discutir com outros leitores sobre o que foi que aconteceu em tal parte, como isso poderia ser adaptado nos próximos filmes, etc.

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails